Há pessoas especiais...

Há pessoas especiais...

De vez em quando penso que gostava de ser professora. Isto porque tenho uma boa dose de «à vontade» com as pessoas em exposições orais; porque, apesar de, por vezes, me baralhar com o que digo ou encavilatr tudo o que tenho para dizer, percebo-o, vejo quando a plateia não está a perceber nada e remendo. Sei dar a volta. Isto é, sei dizer as coisas de várias formas para que, no fim, não restem quaisquer dúvidas.

A minha prof. de matemática é um bom exemplo de prof.-não-especial (muahahahah). Ela só entende a matéria na cabeça dela e depois explicá-la às outras pessoas 'tá caroço!

Mas bom, eu ia onde? Ah, esse é um dos problemas que eu tenho - às vezes disperso-me e as pessoas vêm atrás de mim: desgraça! Ah, e outro grande defeito, meu e de alguns profs., é não conseguir estabelecer uma ligação próxima com os alunos, SEM perder o respeito mútuo. Isto é de grande importância. Assim que se perde o respeito por alguém, dão-se diversos abusos, perde-se a concentração do que é realmente importante.

Agora: há aqueles seres humanos que conseguem fazer coisas impressionantes. Professores que se dão ao respeito e respeitam, que se tornam nossos amigos e pessoas que gostam de nós, que nos fazem lembrar deles para toda uma vida, há professores que conseguem dar aula sem giz, sem quadro, sem uma cadeira mas NUNCA com alunos a falar, que nos dão daqueles sorrisos especiais - não precisa de ser uma gargalhada ou um sorriso rasgado, pode ser um complexo sorriso simples -, que ensinam como nunca vimos ensinar, que conseguem dizer a mesma coisa de maneiras infinitamente diferentes, que não arredam o pé enquanto não percebermos o que eles estão a dizer, que conseguem dar um pequeno sorriso de encorajamente quando, pela 4ª vez consecutiva, tivemos negativa, que quando temos um 16,7 e passámos toda a vida a ter 18s e 19s eles olham para nós chocados e dizem "Isso não é uma má nota e mesmo assim vais conseguir fazer melhor, não te preocupes!".

Há professores especiais...e quando penso em ser professora desisto logo da ideia porque acho que não conseguiria fazer tudo isto. Ser (professor) bom professor é um dom e, infelizmente, acho que não o tenho. Felizmente, já conheci 5 professores com esse dom. Falo com grande carinho de e a eles dedico este texto: Prof. Gualberto (Português - 5º e 6ºanos), Prof. Carla (Fisico-Química - 8º e 9ºanos), Prof. Catarina (Matemática - 8ºano, penso eu), Prof. Ana M. (Inglês - 12ºano) e Prof. Amaral (Matemática - 10º, 11º e 12ºanos)

Os professores são pessoas especiais.

Cisne.

Comentários

L.M. disse…
realmente a Prof Carla sal foi MT especial ! :)

L.M.
Cisne disse…
Também achei ^.^


Cisne.

Mensagens populares deste blogue

Demasiado

Brand New