Uma pequena nota sobre amizade

A amizade é dispensável e só um tolo adicionaria erradamente o «in» no início deste adjectivo.

Não tenho muita experiência em falta de amigos (ou pelo menos de os chamados de «conhecidos») mas a pouca que tenho (que começa, infelizmente, a tornar-se muita) indica-me que a amizade não é tão importante quanto...água, por exemplo. Fisicamente, conseguimos sobreviver sem amizade; já sem água, o mesmo não acontece.

Contudo, não creio que se trate de uma vida plena, por assim dizer. É que é ao reparar quem nos dá um sorriso de manhã, ou uma cara mal-disposta a que vamos suplicar para que nos conte o que é que se passou para justificar a dita expressão; quem se alegra quando nos vê; quem não acredita mas que por nós crê, que desvendamos a plenitude de uma amizade pura.

São todas estas coisas, e muitas mais que não devem caber no papel, uma vez que não há palavras capazes de fundamentar as montanhas que um amigo move, que marcam o limite do verdadeiro amigo.

É então por isso, (pelas montanhas que move, pelas força interior que nos oferece, pela mera atenção de um olhar preocupado...) que conseguimos perdoar um amigo, se ele errar, se ele destruir aquela imagem heróica que consumimos e guardamos tão fortemente contra o peito. É por isso que queremos para ele o melhor que a vida pode e tem para oferecer. É, no fim, por tudo isto que acreditamos nele, mais que qualquer outra pessoa.



(Teste de avaliação 10ºano ano)
Ano lectivo 2008/2009
**********************************

Comentários

tia margarida disse…
Costuma-se dizer que "Amigos são os irmãos que podemos escolher" e eu concordo. Feliz de quem encontra um! Se tiver dois então, tem uma vida cheia de amigos. A amizade é como o amor, é rara e constrói-se com muito carinho, dedicação e tolerãncia... Leva anos, mas são anos bem vividos! :)
Cisne disse…
Estou plenamente de acordo ;) Espero ter a tolerância e paciência precisa para os manter. Até agora tem sido difícil...
tia margarida disse…
Pois... Mas tem que funcionar para ambos os lados, senão são só "conhecidos". Numa amizade a sério, não precisas de te esforçar, apenas dás... :)Eu, volta na volta, dou nas orelhas da C. e ela a mim, e digo coisas mais duras e tudo, mas é tudo feito e dito com a consciência de que nada abala esta amizade. :)
Cisne disse…
Ora aí está uma bela amizade ;) Parabéns!
Patusca disse…
Se te tem sido dificil manteres as amizades, apesar da "tolerância e paciência", é porque não são verdadeiras amizades, e se não são, não valem a pena manter. Porque uma verdadeira amizade, é uma relação de "troca", de cumplicidade. Até podes estar fisicamente distante dela, até podes não falar todos os dias..mas está lá.
E como em tudo na vida, nem sempre quantidade é sinónimo de qualidade, mais vale cultivar uma ou duas amizades, do que ter "milhentas" e todas juntas não valerem um "chavo".

beijos, adoro-te!
E lembra-te: ao teu lado, só fica quem te merece.
Anónimo disse…
só posso dizer que concordo com tudo o que ja foi dito...

mas só uma coisa, na amizade dás oportunidades mas nao deixes as pessoas abusarem de ti, como ja disseram aí e bem "Pois... Mas tem que funcionar para ambos os lados, senão são só "conhecidos". e é verdade, há pessoas que tentam e têm tentado entrar na tua vida que nao te merecem porque ja te magoaram vezes sem conta, ja lhes deste oportunidades e falham sempre, por muito que custe às vezes é preciso fazer se uma formatação de amigos, quando chegamos a um ponto em que dizemos assim "xiça nao tenho um unico amigo de jeito" tens de começar de novo, e esse começar de novo passa por passares esses "maus" amigos para segundo plano e investires em novas amizades, novas pessoas, conhecer malta nova, é um processo bastante lento mas possivel.

e tu sendo tão boa pessoa como és acho impossivel nao encontrares amigos que estejam à tua altura, pois todos os que te tratam mal não te merecem

Mensagens populares deste blogue

Demasiado