Quando encontramos uma pessoa que já não vimos há muito tempo e que teve um papel muito importante na nossa vida no passado, penso haver ali uma quantidade imensa de reacções e pensamentos que toda a gente toma como certos - a mim só baralha.

Quando nos despedimos dessa pessoa é frequente, seja em 15 segundos ou 15 minutos, ficarmos a pensar um pouco naquilo que ela nos lembra, àquilo que ela nos remete. O que nós nunca pensamos é que todo o tempo que passou, conservámos uma imagem tão querida, tão simpática da pessoa que, muito provavelmente, já não é mesma. É que, o crescimento faz parte de todos e não é algo mau - mas acontece. O que recordamos pode ser agora distorcido. Como ninguém quer distorcer algo bom, não pensamos nisto.

Facto: O que mantemos é uma forma e conteúdo do passado e, se não temos uma do presente, então o que temos são apenas...reacções baseadas em memórias. Poderá ser?

Vou tornar mais claro: fingimos conhecer a pessoa que encontramos, quando, na realidade, ela já é outra completamente diferente. Daí talvez, algum embaraço às vezes, sem sabermos o que dizer. Mas digam-me lá se não tenho razão: nesses 15seg ou 15min não concluem com "é bom rapaz" ou "bons tempos, por que é que deixei de fazer aquilo?" ou "por que é que perdi o contacto com esta pessoa". Não faz sentido pensar assim! Provavelmente agora já nem "falam a mesma lingua", já não conseguem terminar as frases do outro, já não há nada que vos ligue e, ter saudades do passado para quê?? Infelizmente a vida ter um curso irreversível. E é melhor que não nos enganemos dizendo que aquela pessoa é «porreira». Ou é?

Pois... Se calhar é. Se calhar viver no que «já foi» durante 15seg ou 15min não é assim tão mal. Perdemos tanto tempo a fazer tanta coisa que não interessa, o que são mais 15seg ou 15min?

Esqueçam tudo o que eu disse! Acho que é daquelas coisas que só vou perceber quando encontrar. Mas não quero chegar lá tão cedo. Ainda tenho muito pela frente para, posteriormente, recordar.


Cisne.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Demasiado