Ó vida, não sejas mazinha...

Há sensivelmente 10 minutos, quando escrevi o último post antes deste estava super bem-disposta. Por tudo. Porque estou feliz, porque tive um dia bom, ou melor, porque não foi mau, porque sim!

De repente, e por acaso, encontrei uma coisa e pronto. Fiquei preta, negra, negra, negra. Azeda e amarga. Por que é que as pessoas são tão...más? Amanhã já me passou outra vez e já estarei novamente alegre e saltitante. Agora estou só...negra. Por que é que ainda e surpreendo? Há coisas que a ingenuidade da minha idade ainda não me deixam compreender.

Fiquei mesmo em baixo e...desiludida e...triste por ter estragado um óptima tarde. Óptima mesmo. Há acasos que se podiam adiar. Parece que  avida não me consegue ver feliz que «toma lá que já almoçaste!».

É para eu aprender a não vir ao PC antes de ter os trabalhos de matemática feitos. Ao menos já aprendi alguma coisa hoje. De resto...all the same. A comer que nem sei lá o quê, a engordar na mesma medida, a estupidificar naquela escola a cada dia que passa (e quão irónico é isto?).

Fui, antes que deprima alguém!,
Cisne.

Comentários

LA disse…
Não tens que pensar assim. Em primeiro lugar, estar triste faz parte da nossa vida... Mesmo... Em segundo, ficarmos tristes só nos ajuda a ficarmos mais fortes. E não interessa quanto tempo leva. Eu não sei o que se passou e se realmente é coisa de amanhã já ter passado (que eu espero que sim) mas se não for, não te preocupes, porque leva o seu tempo mas dá os seus frutos, believe me.

Beijinhoo
Sandra disse…
Mesmo mau!!! Estarmos bem num segundo e por uma razão qualquer ficarmos mal...

Devemos é aprender a ignorar certas situações... Seria melhor assim!!!

Beijinhos
Cisne disse…
LA: Posso dar-te alguma razão; vou tentar ver tudo o que não gosto como uma oportunidade para melhora-lo.


Cisne.
Cisne disse…
Sandra: Claro que sim :) I'm getting to it x)

Mensagens populares deste blogue

Demasiado