E quando a noite vem
O desespero volta
Não sei se o enterrei

E se eu não quiser chorar
Se eu não tiver esse direito
Por algum lugar em que não me saibam
Por algum lugar em que me esqueçam

O desespero volta sempre à noite.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Da falta de coragem que descobri que tenho

O pós

Tenho um novo hobbie!!