12 de dezembro de 2012

Abandono


 Abandonei o blogue e a mim mesma. 

Estes dias não estou inspirada nem confortável para dizer seja o que for sobre o que for. Estou só muito cansada. E penso que, apesar de algumas dores musculares, o cansaço maior é o psicológico. A frustração e o medo têm reinado mas sei que sou tão teimosa e casmurra que nunca vou desistir. E isto não sei se é uma segurança ou apenas a sensação de que me consigo deteriorar aos poucos até tudo acabar.

Mas sem grandes dramas, o que eu estou a dizer é que preciso de férias. De voltar a ver Lisboa com a beleza com que via e inspirar-me nela, respira-la na sua essência maravilhosa. É isso: estou a precisar de inspiração e força para voltar à luta.

É que ultimamente parece que estou a lutar de braços cheios de nada, de cabeça cheia de nada, de coração cheio de nada. Se não estiver no conforto da minha casa ou nos braços de quem me ama, estou de coração cheio de nada.

Cisne.

Sem comentários:

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...