Medo de falhar e...

...mais nada. O medo de falhar neste momento é tudo. 

É tudo o que me impede de criar, construir algo novo.

Ter a vida que eu tenho (horários flexíveis, poucas horas de trabalho "real", fazer o que mais gosto... ) definitivamente vem com um preço; não é qualquer pessoa que a teria mas não pelas razões que provavelmente se pensaria. Não é porque nem toda a gente conseguiria, nem pensar, é porque só alguns não  conseguem - e todos esses são artistas. Acredito mesmo nisto: todos os artistas o são porque não o sabem ser. Acredito que somos os únicos a ter esta vida porque somos os únicos que só poderiam enfrentar os seus medos desta forma tão abrupta, tão exposta às críticas de toda a gente - o que também já é parte da justificação em relação ao preço a pagar. 

Quanto ao medo de falhar... Sim, sem dúvida que é por isso que sou artista: porque é porque não acredito que sou capaz de o ser. E cada criação é um desafio, é um obstáculo, é um martírio, é um sofrimento. Eu só tiro proveito das minhas peças quando acabo e 3,4 meses depois já nem sequer gosto do que construí... É muito exaustivo.

Como ultrapassar este medo? Ainda não descobri. Mas talvez no dia em que descobrir a minha vida me leve somente a dar aulas ou sentada atrás de uma secretária, com um trabalho digno embora entediante. Até lá, continuo num trabalho que adoro fazer - mas só depois de acabar de o fazer. 

Cisne

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Demasiado

Brand New