Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2012

Reset

Imagem
Para acalmar o stress, as preocupações, as pressões, a cabeça, o corpo e arrepiar a pele...



Já tinha deixado aqui esta música e hoje lembrei-me de a ouvir quando precisei de fazer um reset antes que fizesse era caput. Agora, com a música em modo repeat, já estou muito melhor :)

Será que alguma vez vou ter tempo/paciência para descrever o quanto de maravilhoso e mau, de novo e old school este ano lectivo me trouxe? Soube escrever aqui a incerteza de querer tentar e até de conseguir seguir o meu sonho. Esqueci-me de contar a parte melhor: como é agarrá-lo e extrair tudo e o que mais possa dele. Tem sido tudo tão embrenhante, tão constanteente uma corrida contra o tempo... Ainda assim, acho que devo um pedido de desculpas.

Talvez nas férias... ou depois... Mas sinto que ainda tenho o que contar. Quero ler-me daqui a uns anos e ver que as parvoíces que agora escrevo me estão a ser muito úteis. Quem sabe? :)


Enjoy,
Cisne.

Caladinho que eu vou falar!

"Safado cachorro sem vergonha!
Eu dou duro o dia inteiro e vou ser colchão e fronha!

Safado cachorro sem vergonha!

Eu dou duro o dia inteiro e vou ser colchão e fronha!...

E de noite vem bem de mansinho
Quer beijinho e carinho
Vem-me conquistar

Sai p'rá lá qu'eu já 'tou vacinada
Você não mudou nada!
Caladinho q'eu vou falar!

(...)"

E isto hoje não me sai da cabeça, sabe-se lá porquê! Bom, é uma música super divertida e mexida da qual eu só sei esta parte da letra. Não sei de quem é, quem escreveu nada. Quem ma ensinou foi a minha irmã há muitos anos atrás. E hoje, bem disposta, meti-me a cantá-la :)

Cisne.

Devaneios da 1:31 (quem gozar é ovo podre :P)

A ausência de tudo
Um vazio enorme
Estamos a correr atrás de quê?

Um vazio que é tudo
E uma ausência que é nada.
Quando é mais deixa de ser o objectivo?

Vivo vivo vives tu
Vive alguém?
Quem és? Posso entrar?
Não posso nada.

Queremos tudo, queremos tudo. Queremos ser mais. Onde vamos?

Vamos.

Não me estou a gabar...

Imagem
............. Claro que estou!! xD Fiz jantarinho esta noite e estava uma delícia. Bifinhos de perú recheados com queijo (e supostamente bacon segundo a receita mas eu não tinha e tb não aprecio muito) com esparguete.

Ora cá espreitem...



























Super simples e rápido de se fazer ;)









Cisne.

Sorteio (s/ facebook)

Imagem
Do blog Ala que é Cardoso, um sorteio: "Como é dia de festa e dia de prendas, tenho um mimoso giveway para vocês. Em parceria com o Beadelicicous, tenho para oferecer:

Um lindo anel do Beaudelicious






Para participar Seguir o Ala que é Cardoso
Seguir o Beadelicious Blog
Preencher o formulário "
Cisne.

Um selo por que não esperava nada...

Imagem
1 - Dizer quem criou o selo e «linkar» o seu nome:Katy
2 - Dizer quem ofereceu o selo e «linkar» o seu nome:Béu do Keep Calm and Ballet On (um nome que eu acho muito giro, diga-se de passagem)
3 - Responder às perguntas:

- Qual é o teu clube? Benficaaaa!!!! - Qual é o teu maior sonho? Concretizar uma carreira em Dança e lecionar apenas quandoa  altura chegar, pois, de facto, acho que seria boa a ensinar. - Qual é o teu animal favorito: gosto de cães no geral mas não sou grande amante de animais... O cisne sempre me fascinou de uma maneira esquisita e difícil de explicar. - O que mais irrita? Acho que é o não conseguir perder a barriga a mais que tenho, sendo que não tenho peso a mais - tenho um raio de um pneu que não desaparece!! - Que tipo de filme preferes? Depende do estado de humor. - Qual a rede social que mais gostas? eu admito que o facebook é viciante mas não passo sem ler os meus blogs preferidos... - Quais as palavras que estás sempre a repetir? Ultimamente é: "Que máximo!&quo…

De génio

"Dou muita importância às palavras e não faz sentido, para mim, ser de outra forma - é a melhor forma de comunicação que existe. As palavras, mesmo as escritas, têm o poder de ficar no ouvido, e fazem eco, fazem-se ouvir mesmo quando não é conveniente. Têm o poder de ser a primeira pedra de uma fundação ou de fazer cair uma construção sólida. Uma palavra constrói um ego ou inicia uma vida inteira de dúvidas. Palavras são abraços que se dão e duram anos, são fonte de força e certeza, ou murros no estômago, de tão secas e inesperadas que foram, e magoam para lá do momento. Magoam quando são ditas, e magoam vezes sem conta ao serem lembradas. As palavras marcam tanto que marcam até por não serem ditas."

Saramago podia ter escrito. Se calhar escreveu parecido. Mas a autora é mesmo a Trocatintas - para mim, um génio das palavras directas e frontais, que são curtas quando o devem ser e que são longas quando as precisam de ser.