22 de janeiro de 2014

Uma brisa sorridente


Esta tarde saí de casa e senti uma brisa tranquila e optimista. Têm sido dias maus... Estou farta de desentendimentos e palavras pela metade. Estou principalmente farta de não ser eu. E ultimamente não tenho sido outra coisa. Hoje tive esta conversa com uma aluna:

"- Ai stôôôra, eu sou muuuuito ocupada!
- Aaaaai aluna, se tivesses a minha vida ias ver o que era ser ocupada
- Aaaai stôra mas quem me dera fazer a vida a dançar!"

Como ela tem razão! Uma miúda de 16 anos lembrou-me de uma coisa fundamental para mim e que em tempos eu soube e lembrava-me frequentemente. O que me aconteceu afinal? Vou mesmo deixar que o meu namorado ou seja o que ou quem for dar cabo de mim assim? É que nem pensar. Amanhã é outro dia e amanhã será o dia de sorrir aconteça o que acontecer. Já decidi!


Cisne.

Sem comentários:

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...