8 de outubro de 2014

Com todo o sentido.

Não passa um dia que não me lembre que já não estás aqui. Que te queira contar qualquer coisa nova, que queira ligar-te só para dizermos disparates ou dar-mos sermões um ao outro (ambos teimamos que sabemos qual é a melhor maneira de viver...). Não passa um dia sem que sinta mágoa. Se fui a que mais bem (sim, é assim que se escreve!) te fiz, porque sou a única que não te pode ver? Isso sim. Não faz sentido.

Mas respeito. E espero. Com fé. Sem sentido... Porque connosco nunca fez sentido. É assim que funciona: só com confiança e honestidade. Só as coisas mais importantes.


Cisne.

1 comentário:

O sonhador disse...

O problema são os semáforos. Todos os semáforos onde está vermelho.
Enquanto o não levar os semáforos apenas como tal, fujo deles.

"Acho que isto não vai resultar"

Este é o pensamento que me ocorre todos os dias, acerca do mesmo assunto, por variadas razões. Ou é pela minha irmã, ou pelo meu pai, ou...