Dias mais que bons, ainda que não sejam perfeitos



Temos estado cá para dizer mal! Muito mal. Venho para aqui queixar-me de tudo e mais alguma coisa mesmo que às vezes esteja disfarçado! Tipo: "Ah tenho uma vida tão boa sou tão feliz, se ao menos isto não me tivesse acontecido" ou "gostava de me sentir feliz como sortuda que sou" and so on......

Portanto hoje estou cá só e simplesmente para dizer que: sim, estou numa fase em que de facto podia haver muita coisa a correr melhor mas porra, muita coisa está bestial e uma delas é a minha relação.

Parecemos dois tolinhos apaixonados que discutem também, claro que discutem, toda a gente se desentende. Mas que se adoram e se entendem muito bem e cada vez mais se conhecessem e planeiam e confiam... E isso é bestial. Aliás, é o que eu mais gosto numa relação, é quando já há uma base sólida, é tão bonito... Aquela fase em que se toma a pessoa como "certa" mas não tanto que não se morra de medo de a perder na mesma. Pronto e depois, mais do que a relação é ele mesmo. Que a cada dia que passo gosto mais dele e ele faz-me sempre sentir a melhor do mundo e olha para mim daquela forma que me faz sentir o máximo. E depois diz-me coisas espectaculares e pronto... é ele. Continua a ser ele. O gajo giro de morrer que cantou para mim na semana académica o que para muitos é a coisa mais foleira de sempre para mim é o máximo), que me escreveu o nº dele no folheto e que depois demorou um mês a encontrar-se comigo. Continua a ser o gajo giro que me deu aquele sorriso dele e que me quis a mim. E que sendo tudo isto se tornou no gajo giro que é amável, que é sensato embora preguiçoso, que é preocupado embora distraído, que espera que eu "volte" sempre que eu "viajo" para terras distantes no pensamento, que quando acorda ao meu lado me diz o melhor bom dia que eu já ouvi, com aqueles olhos ternos de quem quer continuar a dormir e ao mesmo tempo acordar para poder olhar para mim, que espera que a neura me passe com toda a paciência, que já sabe o tempo perfeito para o silêncio quando estou zangada e o timming exacto para me tocar sem dizer uma palavra, com um olhar que significa "não te zangues mais, conta-me o que se passou, de certeza que não é nada sem solução". É ele. Pronto. Pode não ser ele para sempre mas é ele agora. Também não quero saber se é ele para sempre. Aliás, morro de medo que seja ele para sempre!! Porque não acredito no para sempre!! O ele ser agora é o que o torna perfeito, mesmo não sendo.

Pronto. Estão a ver o estilo? Tolinha de todo... Mas é muito bom estar assim :))

Depois, hoje fui à praia! Mais bestial que água, cheiro a mar, sol e areia não há! Que tempo fabuloso! S. Pedro viu-me meia triste e trouxe um pedacinho do Verão que me faltou para esta semana. Obrigada, és um fixe!!!

E há mais coisas muito boas! Estas foram as de hoje :) Ficam registadas!


Jinhos à prima,
Cisne

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Demasiado