29 de abril de 2015

Não há outras duas palavras na minha cabeça


Só estas: Não consigo.

Cisne

Sem comentários:

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...