Cenas


Olá, gente. Essas férias? Não foram ainda? Não vão de todo?! Pouca sorte... Eu cá vou trabalhar esta semana e na próxima lá me vou para terras de sol e mar (embora de sol haja pouca promessa e mar só gelado).

Então, cenas: Estou a passar uma fase difícil. Mas está tudo bem, faz parte da vida. Já tive dias piores e já tive dias em que duvidei mais de mim.

Hoje fui a uma esplanada sozinha; acho que foi a primeira vez. Pedi uma someresby de blackberry e pensei um pouco sobre como é estar sozinha. Fiquei ansiosa então peguei no meu livro - qualquer vida, real ou imaginária, vai ser sempre mais confortável do que a minha precisamente por não ser minha. Acabei o livro depressa, afinal faltavam-me poucas páginas. Não adorei o livro, foi-me um bocado indiferente...Obrigada tia pelo empréstimo mas pronto nhé...

Voltei a ficar ansiosa. Tinha a bebida por acabar, não me podia ir embora. Fiz o que a psicóloga mandou: porque é que fiquei assim? Em que é que eu estava a pensar quando começou o coração a bater? Ok. Porque é que estar sozinha me aflige tanto? Do que é que eu tenho medo? Ok. Porque é que estar sozinha significa necessariamente perder o rumo? De onde veio essa crença? Como é que posso desmantelá-la?

Sinto-me bem. Sinto-me mal, triste, em baixo mas sinto-me saudável. As conversas comigo mesma são difíceis e disparam o coração num aperto mas são muito importantes. Sinto-me uma pessoa normal. Só que quando os problemas e as dúvidas apertam baralho tudo e consigo dissecar muito pouco, só isso. Parei de conversar comigo, parei de sentir o que queria sentir. Agora tenho de recomeçar o trabalho que perdi há...sei lá quantos anos atrás. Talvez 5, talvez mais.

Está tudo bem. É só mais um caminho a percorrer. Pesaroso e solitário. Quem me dera ser menos dramática, mas não seria tão honesta para com o que eu sinto =)



Beijinhos à prima,
Cisne

Comentários

Ana das Pontas disse…
Demorei muitos anos a aprender a conviver comigo mesma. Odiava estava sozinha. Agora não. Gosto muito de estar sozinha com os meus pensamentos.
Cisne disse…
Bom saber que ainda há esperança para o meu caso ^_^
Simple Girl disse…
Espero que as coisas melhorem, eu também não sou muito de gostar de estar sozinha e quanto à ansiedade, devia ser o meu segundo nome... Quando teima em apertar é horrível...
Cisne disse…
Precisamos todos de trabalhar em nós =)

Mensagens populares deste blogue

Demasiado