Quando o amor corre bem...

...estamos mais despertos e vivos! Quando nos sentimos bem com a pessoa que estamos é mais leve...a vida é mais leve!

No meu caso tem a ver com poder ser totalmente honesta, mesmo nas coisas feias que não devíamos dizer ao outro, com medo que ele já não goste de nós pelo nosso lado negro. Tem a ver com poder dizer-lhe que tenho medo disto ou daquilo e encontrarmos soluções.

Com o meu último namorado também tinha medos e muitas dúvidas. E falávamos sobre isso até porque tínhamos mais ou menos os mesmos medos. Deixávamos a vida levar-nos e fazíamos o melhor que podíamos para enfrentar o medo que tínhamos, principalmente do compromisso. Crescemos muito e fomos perdendo um pouco dos nossos medos. E depois não sei se o meu medo foi mais forte que eu ou se simplesmente ele deixou de me preencher como eu gostaria, terminámos.

Esta relação é mais um teste ao meu medo e à minha insegurança. Vão ser todas porque a partir do momento em que se namora tem-se um compromisso. Mas não é um drama... Rectifico: não devia ser. É o que é...Deixa fluir... Pois. Só que não. Para mim não há cá essa do deixa fluir nas relações. Eu estou sempre laaaaaaá no futuro.

Então esta relação está a fazer-me crescer como todas as outras, sim, e agora com uma metodologia diferente (mais uma). Nesta sinto-me bem porque há a confiança necessária para dizer "eu não te amo, eu não sei o que é isso". Eu digo mesmo. E o outro fica tão triste como eu, primeiro porque sente o mesmo e depois porque é uma frustração não conseguir passar daqui. Da paixão, do entusiasmo... E não tem a ver com não gostar. Porque eu gosto muito... Gosto mesmo. Sinto-me bem, sinto-me feliz, sinto-me preenchida quando estou com ele. Mas depois vem o medo do futuro. A certeza que vem do medo e que diz "um dia vai terminar".

Razões lógicas para a relação terminar? Zero, damo-nos bem, gostamos de estar juntos. Mas eu nunca consigo entregar-me completamente, pois sei que um dia vai doer mais. Que eu não quero suportar a dor de perder totalmente, logo não quero ter totalmente.

Hum.............. Espera! Ter o quê?...............Perder o quê?.................. As pessoas não se têm, não são propriedade de ninguém! E sairão da nossa vida quando assim for, se for! E isso será com certeza o melhor para nós.

E meter isto na minha cabeça dura? Meter nesta cabeçorra que contar à minha família que namoro com não sei quem não vai estragar tudo? Que não mete pressão? Que não faz com que eu fique ai ai ai ai que agora é que isto é sério?! Qual sério??? O que é que mudou?? N-A-D-A. Só se contou! Foi só isso!!

A sério, não há pachorra para os meus dramas -.-

No outro dia ele disse:
- Tens de convidar a tua irmã para vir aqui ao miradouro connosco.
- Hahahaha...exacto............
- (sorriso) Então?
- O quê, estás a falar a sério?
E partir daqui fui só eu a meter os pés pelas mãos a transpirar por todo o lado e ele a dizer:
- Calma. Respira. (sorriu) Eu não faço questão nenhuma. Só acho normal que ela tenha curiosidade e só estou a dizer que tenho a mesma insegurança e medo que tu. Mas sei lá...pode ser fixe... Ela já sabe. É só...bebermos café...conversar... É que não tem mesmo nada de mais. O drama somos nós que o fazemos, somos só nós que não estamos a agir naturalmente. É natural que elas queiram saber quem eu sou. Nós é que estamos aqui feitos parvos com medo do papão (riu-se).

...Adoro esta simplicidade dele. É gajo! Claro... Tem as mesmas inseguranças e medos que eu (yah, eu só atraio esta gente esquisita, mêmo bom) mas sorri e ri disso e tenta relativizar. Eu também tento fazê-lo... Mas continuo à espera do dia em que vamos ter coragem de contar seja a quem for -.-

No outro dia foi:
- (a medo) Olha a A.S. (uma amiga dele) convidou-nos para ir ao cinema. Queres ir?

Era ver nós os dois a tremer de medo......

Isto é normal???? Era uma amiga!!! Era cinema!!! Qual é o drama??? Apre, que gente complicada... E não fomos!!!!

M-E-D-O. É só o que eu tenho a dizer lol


Cisne

Comentários

Melvin disse…
Que bom! Acho que isso dos medos e inseguranças é normal, não tanto por culpa da relação, mas por culpa da vossa personalidade(i guess) e isso ninguém pode contrariar. Por exemplo, conheço um rapariga que ao fim de uma semana e pouco de conhecer(sim, conhecer) o moço, já partilhavam o amor pelo facebook e afins. Entre a tua insegurança e a segurança (level 999) dessa rapariga, fico com a tua!
Cisne disse…
Hehehe, isso é realmente um abuso! E infelizmente conheço tantas histórias dessas =/ Mas enfim, obrigada pela visão positiva!! Um dia de cada vez ;)
M disse…
O que realmente importa é a vossa felicidade. :)
Cisne disse…
Isso sem dúvida ;)

Mensagens populares deste blogue

Da falta de coragem que descobri que tenho

O pós