5 de maio de 2016

Depré

E enquanto ele não volta da sua nave espacial eu fico perdida em mim mesma. E percebo o quanto ainda estou perdida em mim mesma. Melhor, mas ainda perdida.

Um passinho de cada vez.

Cisne

P.S. Tenho saudades dele. Afinal fico sempre quando ele se vai - continuo a achar que é  um misto de bom sinal, com insegurança e com não saber estar sozinha na totalidade.

Sem comentários:

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...