Para ti e para mim

Sinto a falta dele. Quando ele está longe o meu mundo fica assim mais pequenino. Por mais que eu esteja bem (e sim, já consigo estar muito mais vezes urra urra :) ), sinto sempre assim aquela falta de carinho a que ele me habituou.

Sinto que tenho percorrido um grande caminho para me conhecer. Enfrento grandes desafios só para poder gostar mais de mim. E ele é só mais um: como é que estás com alguém sem te esqueceres de ti? Sem te meteres em segundo lugar? E a aprendizagem é de um tamanho absurdo. É tão grande quanto difícil mas absolutamente necessária.

É curioso, quando perco a motivação para aumentar a minha auto-estima e confiança penso se um dia tiver uma filha. A minha motivação é pensar que se um dia tiver uma filha vou querer que ela aprenda a ser uma mulher confiante e segura, que não precisa de alguém mas que quer alguém; que ame o outro e a si mesma sem dúvida; que viva bem sozinha se for tempo disso. E isso, por mais que se eduque para pensar assim (como eu fui educada) só se aprende por exemplo, infelizmente - tal como eu. E é claro que somos todos uns traumatizados! Mas...pronto, que ela tenha outros traumas...que não fique com os meus, para que eu a possa ajudar melhor, para que não tenha de a ver a sofrer tanto quanto eu.

Mas voltando a ele... Gosto muito de ti =) Vamos continuar a caminhar juntos, sim? Um passinho de cada vez.

Quanto a mim: também gosto muito de ti. Obrigada por tudo. Obrigada por seres extremamente lutadora, por nunca teres desistido de ti, mesmo quando pareceu que sim. Hoje, como presente e celebração por estares a lutar tanto e a conseguir tanta coisa para ti, vamos jantar fora. Só eu e tu. Quando acabar este texto, vamos tomar um banho, vestir uma roupa bem sexy, uns brincos bonitos. Não vamos meter maquilhagem, não precisas, já és linda assim mesmo. Vamos celebrar o final das mudanças também, finalmente hoje arrumaste o último saco e já tens internet em casa!! Eu sei que tu estás a chorar só de pensar em fazer isto sozinha, mas eu sei que tu és capaz. E nós vamos. E podemos odiar ir, mas quando chegarmos a casa vamo-nos sentir muito bem por o termos feito. Bora? Vai meter-te cheirosa mas não demores muito, estou à tua espera no carro daqui a 15 minutos, amanhã tens de ir ao ginásio, voltar a cuidar de ti.

Até já gostosa,

Cisne.

Comentários

Dinis disse…
O que importa é não desistir=)
Cisne disse…
:) Um passinho de cada vez
Mia disse…
Olá, querida Cisne,

Juro que li o teu comentário milhões de vezes. Reli-o há pouco e cheguei à conclusão de que fizeste uma análise bastante precisa de quem eu sou e daquilo que sinto mesmo sem me conheceres. Digo isto porque nunca nos vimos na "realidade" mas a verdade é que conseguiste captar a minha essência através daquilo que escrevo e... Olha, estou-te muito agradecida, a sério! <3
Quanto a este post... Eu sei que o amas, sei que sentes a falta dele... Mas já viste bem? És super corajosa e consegues auto motivar-te, consegues chegar mais longe sem ninguém! És um verdadeiro exemplo, continua assim!
No entanto, estarei sempre aqui se precisares de desabafar. :)

Beijinhos e bom fim de semana.
Cisne disse…
Que bom, fico contente mas mais que isso espero poder ter ajudado. Podemos conversar sobre isso melhor, se quiseres, estou aqui ;)
Muito obrigada! Beijinhos
C. disse…
Aproveita linda *


Hoje é o dia de quem está onde tantas vezes não está mais ninguém! Hoje é o nosso dia: Feliz Dia Internacional dos Enfermeiros
Mia disse…
Tenho saudades dos teus posts! Espero que esteja tudo bem contigo. :)
Beijinhos e bom domingo.
Cisne disse…
A menina quer a menina tem. Mas não ando com muito tempo nem nada de jeito para dizer. Continuo a ler assiduamente!! :)

Mensagens populares deste blogue

Da falta de coragem que descobri que tenho

O pós