Ponto da situação

Eu devo estar maluca.

Ora bem isto aconteceu, certo? Pois hoje de manhã acordo com uma mensagem fofinha a dizer que estava cansado e sem paciência e que sim, tinha sido uma discussão parva e pediu desculpa. Maravilha, encantados da vida, não se fala mais nisso! Diria eu. E disse, indirectamente.

Pois parece que não. Não me atende e não me responde... Ah mas então é porque está a trabalhar!... Não, parece que não. Se está, teve tempo para ir ao facebook e ao whatsapp porque é o que diz lá. (sim, sim, porque isto de controladores juntam-se sempre aos pares).

Posto isto, só tenho duas teorias possíveis: ou ele descobriu o meu blog sei lá como e ficou zangado com o que eu escrevi (também não sei porquê, porque tudo o que disse é verdade) ou não gostou do que eu lhe respondi à mensagem fofinha - e dado que foi "gosto muito de ti, és muito importante na minha vida", duvido muito. Ou então não duvido nada. Este homem devia vir com livro de instruções porque eu não percebo nada.

Só sei que por mais que eu saiba que tenho razão e que ele está a ser parvo, estou irritadíssima. Ainda não aprendi a lidar com serenamente e com confiança quando ele entra na nave espacial dele. Enfim...Lots to learn...

Cisne

Comentários

Ai nossa senhora, esse rapaz deve ter qualquer parafuso a menos, desculpa dizer-te isto! Mas nem imaginas o que eu me ri com a parte "porque isto de controladores juntam-se sempre aos pares" AHAH

Estranha Forma de Ser Jornalista
http://estranhaformadeserjornalista.blogspot.pt/

Mensagens populares deste blogue

Da falta de coragem que descobri que tenho

O pós