28 de dezembro de 2009

Às vezes...acontece.

Às vezes perco-me. É como...ter alzeimer, penso eu. Para me conseguir explicar melhor: é como se eu estivesse a andar com direcção, sentido e rumo mas, de repente, páro, olho em volta e apercebo-me de que desconheço o meu sentido, direcção e rumo. Depois tento perceber o que fazer - nada. Para onde me dirijo agora? - nada.

E agora? Nada. - Por vezes esta pergunta surge. Hoje é uma dessas vezes, amanha logo se vê.


Cisne.

Sem comentários:

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...