Estou numa de publicar textos que estão há imenso tempo em rascunho.....

Escrevi este texto ao orgulhar-me do valor e confiança que dou à amizade (por mais recente e frágil que seja......).

"A última semana tem sido difícil.

Muito trabalho, algumas dores, choro e riso. Mas o dia de ontem foi especialmente marcante para mim.

Uma colega minha já estava a faltar às aulas há três dias consecutivos e não atendia as minhas chamadas. Quando alguém lhe mandava mensagem ela só respondia com «não se preocupem, está tudo bem, é só tpm». Claro que não era. Quando segunda-feira ela novamente não apareceu eu decidi ir ter com ela à residência da faculdade e num rasgo de sorte apanha-la em casa para conversarmos.

Como diz a minha tia, não há cabra nenhuma que não tenha sorte portanto eu tive: chamaram-na ao quarto e ela desceu. Conversámos e finalmente percebi que ela queria desistir do curso. Tentei convencê-la de que só precisa de pedir ajuda e de não estar sempre sozinha, uma vez que estar tão longe de casa já custa o suficiente. No fim, ela prometeu-me pensar em tudo o que eu lhe tinha dito e que no dia seguinte já iria às aulas. Dei-lhe um abraço e ela agradeceu-me. Cumpriu a promessa e hoje lá estava de maillot e collants."

Resultado? Passados uns meses ela desistiu realmente do curso, sem dizer nada a ninguém, ficou um mês sem me falar até finalmente atender/responder dados os assuntos importantíssimos que tinha para lhe falar. Quanto a amizade? Claro que cessou. Como todas as que tento criar com mulheres... Não sei bem qual é o meu problema = / Mas pronto. I'm happy now.

Cisne

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Demasiado

Brand New