Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2015

Check up emocional

Imagem
Quero fazer um check up à minha vida emocional. Suspeito que entrei numa espiral. Uma espiral em que não estou bem com ninguém porque não estou bem comigo mesma. Então decidi começar a fazer-me perguntas que me façam entender a minha situação, o que está bem e o que está mal, o que houver para dizer, sobre ele, sobre mim, sobre nós. Se é o que eu quero, se não é de todo, e o que é que eu quero afinal? E do que é que eu preciso? O que é que o meu corpo me está a pedir que faça? Mais do que a minha cabeça. O que é que eu sinto?
Sinto-me bem e/ou realizada quando estou com ele? Na maior parte das vezes não. Sinto que falta qualquer coisa. Não sabendo bem dizer o quê.
Sinto-me bem e/ou realizada quando estou sem ele? Não. Quero muito estar com ele, principalmente quando não estou.
Porquê? Porque preciso de alguém que cuide de mim. Sozinha sinto-me frágil.
Porque é que precisas que alguém cuide de ti? Porque não o consigo fazer sozinha.
Porquê? Porque me falta amor-próprio, confiança, gosto na …

Eu profissional

Imagem
Hoje comecei uma reunião de trabalho com: Tive uma ideia estúpida!
E já não foi a primeira vez. Na semana anterior enviei um e-mail à directora da academia onde dou aulas com a minha sugestão para o tema do espectáculo e comecei com: «provavelmente é uma ideia tola, bom, vale o que vale...».
Ambas as ideias eram normais e serviram o seu propósito: contribuir para um fim.
Então porque é que em vez de defender a minha ideia com unhas e dentes comecei com «isto é estúpido»??
Fica o lembrete de confiar mais naquilo que penso e, principalmente, na minha criatividade.
Cisne

Notas de nada...#1

Imagem
Tenho a sensação de que o amor nunca se devia pedir. Diz que me amas... Beija-me... Gostas de mim? Tenho a sensação de que quem o pede não sabe como o dar, então compensa recebendo-o, pedindo-o...
05/02/1015

Tranquilla chica...

Imagem
Dei início a um processo de auto-healing. Qualquer coisa parecida com limpeza interior. Uma coisa que a psicóloga disse que era boa ideia. Assim ao jeito de dizer o que sinto às pessoas, com o objectivo de elas me perceberem melhor e de eu não guardar tudo aqui na despensa, o que por sua vez fará (na teórica) com que eu me sinta menos ansiosa.
Com o meu namorado falhou...redondamente. Duas vezes. Mas não vamos falar sobre isso.
Com o resto das pessoas funcionou perfeitamente. Em dois dos casos, o "letting go" de o que nos separou no passado, fez com que eu recuperasse duas amizades que me pareciam já ter ficado no passado. Não digo que vão ser as minhas melhores amigas e que vamos falar todos os dias. Mas são duas pessoas com quem eu gosto de falar, que me entendem, com quem eu me divirto e que já me conhecem e eu conheço bem. Portanto, não vejo qualquer razão para recusar este tipo de amizade em que, inclusive, pouca/menor proximidade não é necessariamente uma coisa má.
Pronto…

Dúvidas existenciais, certezas incondicionais

Não sei porque é que quando tenho uma relação estável quero sair dela.
Não sei porque é que não tenho amigos...ou um só.
Duvido da existência de Deus.
Não sei quão grande é o Universo. Não tenho a certeza se acredito em karma.
Não sei se Putin é bom ou mau.
Não percebo porque é que as pessoas têm uma má primeira impressão de mim.
Não sei qual é o meu valor.
Não sei porque é que tenho de ter sempre razão.
Qual é o meu papel na terra?
Não sei quem eu sou.
E quando danço não obtenho resposta a nenhuma destas coisas.



Mas sei que quando danço, nenhuma delas importa.

Cisne
Há uma parte de mim que precisa de ser resolvida. Eu já não tenho é tanta certeza de qual é a parte.
Cisne

Update!

Imagem
Este já foi...

"O Tigre Branco" foi bom de ler mas o fim foi...vá, um bocadinho decepcionante. Só porque estava à espera de uma reviravolta e não houve... Pronto, fiquei assim com uma sensação agridoce...
E este foi em 10 minutos...

Não se assustem, ainda sou capaz de ler livros para adultos! Isto é um livro de pesquisa para um trabalho que vou voltar a fazer no Verão com crianças. Quando tiver mais novidades hei-de falar no assunto; por agora a malta está só mesmo no campo das pesquisas.
Entretanto, segue-se a Trilogia de Nova Iorque. A ver...
De novidades... O trabalho no teatro vai de mal a pior! Só gente a sair e gente a entrar, pessoal que não respeita horários, ensaios a torto e a direito, mudanças idém...enfim. Tudo maravilhoso...!
Entretanto, surgiu agora um mini-mini-mini projecto para coreografar uma mini-mini-mini coreografia, mas que não sei muito bem porquê entusiasmou-me muito. É um dueto de salsa para coreografar e interpretar no dia 14 de Março, com a tuna masculina…