28 de fevereiro de 2011

Bolas!


Estão a ver um balão azul/roxo/negro? É assim que está o meu dedo anelar. Não consigo escrever com a mão direita à mão e no PC só o polegar e o indicador me valem. Sabem o que digo? O mesmo que me diz o AVG quando estou prestes a entrar no página não segura...


... lol. Só a mim...

Cisne.

P.S. - Vou inscrever-me no exame de Geo A e seja o que Deus quiser. Mas Deus...dá lá aí uma forcinha que a malta quer entrar para a faculdade e já não se lembra do que deu no ano passado... Sim? :))

Dos óscares...

Hailee Steinfeld - Está querida, embora pareça um vestido de casamento só que com menos uns cms
Mila Kunis - sexy. Este era um daqueles vestidos que eu penso que se fosse famosa usaria uma só vez para saber como é ser ousada :p

Celine Dion - Desculpem, parece que veio do espaço... Se bem que temos que a esta mulher nada fique 100% mal


Jeff Bridges levou a família consigo - E que bela familia, diria. Adoro vestidos simples. Como estes não são outra coisa que não isso, adoro todos!

Gwyneth Paltrow - E a Gwyneth ficou invejosa e fez uma imitação rasca da Celine Dion

Natalie Portman (Melhor Actriz com o filme "Black Swan") - uma grávida charmosa e que não passa despercebida

Reese Witherspoon - sempre classy. Não está mal mas pronto...pãozito sem sal, apesar de se denotarem as curvitas e tal... mas falta COR

Selena Gomez - muuuito gira
  Ann Hatway - muuito giro também

Not bad at all...


Não acho mau de todo com o frenesim à volta de Cisne Negro. Está adequada.

Matthew McConaughey e Camila Alves - Sou mesmo pirosa... Não é que gosto disto à brava?


27 de fevereiro de 2011

Estou desmotivada

Tenho sono e não me apetece trabalhar tenho sono e não me apetece trabalhar tenho sono e não me apetece trabalhar!

Tenho um relatório para fazer, matemática para estudar um trabalho sobre salto em comprimento...e não me apetece fazer nada!



Porque estou desmotivada, porque não sai da minha cabeça que tenho de entregar os papéis dos exames amanhã e ainda não sei se quero fazer geografia ou economia e cada vez que vou ver os exames do ano passado dá-me uma coisa porque me apercebo do quão fora da matéria estou neste momento. Estou desmotivada porque não sei o que quero e porque todos me convenceram que tinha mais ou menos até Maio para decidir mas afinal esqueceram-se de me dizer dos merdas de pré-requisitos que têm de ser entregues até 18 de Março e que os exames que vou fazer têm de ir de acordo com as 6 opções que vou meter de cursos. Disso ninguém se lembrou!!

Damn it!!

Cisne.

26 de fevereiro de 2011

SYTYCD

Quão impossível é não gostar destes clássicos do SYTYCD? Absolutamente maravilhosos...









E são os de que me lembro... =)

Cisne.

Adoro de paixão...

Hoje estou assim...

...e assim...




...e apetece-me comer isto:


Cisne.

Desafio 7 Maravilhas

Hoje estou zangada e triste - agora não interessa porquê. Daí que o desafio da LA, do LA's World, seja o ideal para espairecer.


Desafio - 7 maravilhas


7 coisas que tenho de fazer antes de morrer:
1 – Ter pelo menos um filho
2 - Fazer parapente, slide e essas coisas todas malucas (tenho medo de alturas)
3 - Subir ao Cristo Rei
4 - Viver sozinha
5 - Fazer um solo
6 - Aprender a cozinhar com(o) a minha mãe
7 - Ir ao Bolshoi


7 coisas que mais digo:
1 – Ceeeeerto
2 - Que lata!
3 - Sim, sim
4 - Deixa-me pensar um bocadinho nisso...
5 - Epah (...e isto e aquilo e aqueloutro)
6 - Não
7 - Não sei

7 coisas que faço bem (na minha opinião):
1 – Dançar
2 – Falar
3 – Limpar
4 – Falar à bruta (sou perita)
5 - Parvar
6 – Rir
7 – Explicar(-me)

7 defeitos (aos meus olhos):
1 – Teimosia
2 – Ser chata
3 – Agressiva
4 – Orgulhosa
5 –Preguiçosa
6 – Pouco convicta
7 – Distraída

7 qualidades (com toda a humildade):
1 – Um tanto ou quanto de perfeccionismo
2 – Amável
3 – Alegria
4 – Honestidade
5 – Lealdade
6 – Sinceridade
7 – Afável.

7 coisas que adoro:
1 – Familia
2 – Dança
3 – Chocolate
4 – Jaquinzinhos (sem areia :P)
5 – Ler (apesar de não o fazer com frequência)
6 – a Deus
7 – Vida

7 coisas que detesto:
1 – Pessoas falsas
2 – Maldade
3 – Burrice
4 – Esperar
5 – Insinuações falsas/com único objectivo de provocar discussão
6 – Lentidão
7 – Pobreza

7 bloguers que gostava que respondessem a este desafio:
1 - A Margarida
2 - A Patusca
3 - A Sira
4 - A E.
5 - A Filipa
6 - A Clara
7 - E a May :)

Só gajas :P

Curiosamente já estou um pouco melhor... Obrigada LA. :)

Cisne.

25 de fevereiro de 2011

Hoje fizeram-me pensar nisto...

 
É preciso coragem para viver.

Tive uma professora de psicologia que dizia que «a vida é triste e frustrante a maior parte das vezes» e acrescentava «mas quando pensarmos nisto, temos de lembrar-nos que nós somos muito superiores a este facto, visto que continuamos a viver» - era isto mais coisa menos coisa.

E é isto que também eu penso. Obstáculos? Check. Frustrações? Check. Tristezas? Check. E olhando bem, passamos mais tempo em luta, em estado de tentar qualquer coisa do que a sentirmo-nos realizados. Também muitas vezes ficamos frustrados porque nem tudo se alcança. Não há problema - recalcamos, aprendemos a ver o que há "de bom". E ainda bem! Mas é preciso coragem.

Uma salva de palmas para os que não ficaram presos nas frustrações; para os que acreditam ter sido capazes de realizar determinada coisa no passado mas em que a situação não se proporcionou; para os que ainda acham ir consegui-lo a longo prazo; para os que não esquecem o que queriam e não obteram, tirando partido disso de alguma forma.


Somos obrigados a fazer escolhas e NÃO É FÁCIL. E ao longo da vida, muitos desejos, objectivos, metas, fé, crenças vão ficar pelo caminho. Aprendemos a viver com isso e continuamos a ter vontade de viver.


É preciso coragem para viver e nós temo-la; às vezes não sabemos muito bem é onde é que ela está.


Cisne.

24 de fevereiro de 2011

É preciso aguentar


Estou exausta!!

E isso, de certa forma, preocupa-me. No último mês tenho andado com muitas dores nos pés no ballet. Não na ponta dos pés das pontas mas mesmo na planta, do cansaço. Não sei se é o meu corpo a dizer que não estou a aguentar o ritmo ou se preciso de descansar mais nos intervalos entre as aulas... Só espero que seja a segunda porque se não estou a aguentar o ritmo, não o vou começar a fazer porque a partir daqui é sempre a piorar. E se por agora fico a meio dos exercícios devido ao cansaço, como vai ser quando piorar? Tenho medo... Às vezes vejo o ballet a kms e kms de distância de mim, como se eu nunca pudesse alcança-lo.


Cisne.

On the Go! # 2

On the go:
  • Relatório de a.p. para entregar até sexta-feira;
  • Teste de Matemática 4f;
  •  Uma enormidade de exercícios e testes(-exemplo) de matemática para fazer até 3f;
  • Trabalho de educação física para melhorar a nota nos saltos em comprimento;
  • Fazer plano de aquecimento para Educação Física;
  • Estudar vocabulário exame da Royal Academy of Dance.
Entretanto, já me escrevi na viagem a Madrid em Agosto pela JMJ (Jornadas Mundiais da Juventude) . Vou com o meu grupo de jovens católico e gosto de pensar que é a viagem substituta da viagem de finalistas. É claro que nunca é, nada tem a ver, nem nada pode substituir mas...é o que tenho. Ninguém me manda não ter amigos com quem ir. :P


Ah, e tenho sido uma linda menina: não tenho comido doces, tal como prometi. E sabe Deus como me tem custado!! Em compensação emagreci 1kg, mas é o primeiro dos 4kg que quero. ;) Mas mesmo assim ainda ando a comer muito, tenho de reduzir nas bolachinhas e etc. Mas vamos com calma que Roma e Pavia não se construíram num dia! lol

O que faz lembrar que tenho de ir lanchar antes de ir para a aula de ballet...

Jinhos à prima!,
Cisne.

21 de fevereiro de 2011

O passado, o presente e o futuro



Hoje encontrei uma pessoa que já não via à pelo menos 2 anos. Era namorado de uma amiga minha da altura, que entretanto se chateou com ela. Na altura, eu e o meu muito recente ex-namorado da altura, tentamos juntá-los de novo (a pedido dele) mas não deu certo. Foi quando eu e o tal rapaz com quem eu namorei nos apercebemos do erro colossal que cometemos no nosso namoro mas onde também já não havia volta a dar.

Hoje agradeço a Deus que ele tenha entrado no meu caminho mas também que tenha saído. Aquela relação era muito diferente de qualquer outra má e boa em todos os sentidos e mais não me alongo porque ainda custa recordar. Fez mesmo mossa em mim e, por outro lado, fez-me ir ao encontro do rapaz com quem namoro agora à quase dois anos, de quem gosto muito. Não me arrependo de nada do que fiz no passado nem agora no presente - tudo serve para que aprenda qualquer coisa. Daí que mantenha presente como o conheci, como eu era, como era ele, como nos transformámos dentro da relação, como somos hoje, embora já não nos conheçamos. Eu estou muito diferente e, mesmo que ele esteja igual, eu já não me lembro de metade de como ele era. Nem é importante; afinal, seguimos caminhos diferentes. Mas não me arrependo de nada. Por mais que custe a muita gente sabê-lo, lamento, mas não me arrependo de nada.

Gostei de encontrar o ex-namorado da minha amiga. Quase não o conheci quando me tocou no ombro e chamou o meu nome. Juro que, com apenas 2 anos sem o ver, fiquei 3 segundos para o reconhecer. Ele disse-me que ele e a ex-namorada tinham falado há pouco tempo sobre se encontraram para resolver tudo o que não ficou resolvido na altura porque deixaram de se falar.

"Já passou muito tempo... Está na altura.", disse-me ele. Vi uma tristeza nos seus olhos... Como se o «muito tempo» lhe trouxesse recordações só de o dizer; e eu via nos olhos dele essas recordações.

Agora penso nele e penso no que ele me fez lembrar na nossa breve conversa. Fiquei contente por saber que se querem entender, mas não sei se algum dia vou poder dizer-lhe que fiz o mesmo. Tal como na situação dele, passaram mais de dois anos para mim e não me parece que vá algum dia ter essa conversa.



O meu namorado diz que sou demasiado boa, que creio demasiado nas pessoas, que espero demasiado delas, que isso acaba por me magoar. "Pouco me importa", digo-lhe sempre, "estou a fazer o que está correcto". Espero que um dia saiba ser boa, crer, esperar o suficiente, para ter essa conversa de reconciliação sem me magoar.

Espero nunca me arrepender do que fiz e espero nunca esquecer o meu passado, já que ele pode não ter sido importante mas é-o agora e sê-lo-à no futuro. Mas espero que, nessa altura, não me magoe tanto pensar nele (passado) como agora. E com certeza tal sucederá - creio.

16 de fevereiro de 2011

13 de fevereiro de 2011

Pronto, pronto!...

...Não resisti a mais um post e depois?! É que encontrei este docinho perdido......


Digam-me lá que não é de fazer o 3º post do dia? :))

Alright, already! Eu agora vou estudar, ok?! - . -'


Cisne.

Novo fundo!...

Voltei a fartar-me do outro - . -' E parece-me que este também não vai ficar cá muito tempo...


Cisne.

E agora estou comprometida!


Pois é, meus amigos. Não foi na quinta-feira mas foi sábado: decidi ir a exame. Medimo-nos, entregámos o dinheirinho e pronto, já está. Agora só falta o mais importante: trabalho. E só Deus sabe como vai correr até ao exame e o exame.


Ah, e muito importante e desta vez é que é a sério: A partir de 3f começo a fazer promessa! Ontem não porque é fim-de-semana, hoje não porque ainda é fim-de-semana e amanhã também não porque tem espinhas. Mas terça-feira é de certeza!

E por falar em terça-feira: vou ao ISEG em visita de estudo. Vou ouvir uma palestra no âmbito da matemática. Vamos ver se adormeço ou me entusiasmo :p


Bom resto de fim-de-semana!,
Cisne.

11 de fevereiro de 2011

Vou de fim-de-semana!...

...depois de uma ficha de matemática e de uma aula de AP exaustiva. E deixo-vos com um texto da minha tia que devia ser o reflexo do que todos deviam pensar sobre o estado em que está a nossa mentalidade enquanto trabalhadores dependentes (eu me excluo). Mas se assim fosse, nem seria preciso escrever o dito texto, não é?

Então aqui vai: Do blog «Escrevo para não me Ouvirem».


Bom fim-de-semana!,
Cisne.

9 de fevereiro de 2011

Decisões: 2/3 Check!


Malta, com a ajuda dos meus entes familiares, namorado e professora de inglês (que diga-se de passagem é uma querida), já tomei duas das decisões mais importantes e urgentes:

  1. Amanhã vou dizer ao meu prof de dança que vou fazer exame :) Espero que as minhas colegas concordem comigo quanto ao facto de ir porque não queria mesmo nada ter de ir fazer exame sozinha - é muito chato. Mas pronto, estou decidida e a partir de amanhã, do momento em que "falar para fora" a minha decisão, vou levar isto até ao fim. Não vou ter mais dúvidas ou incertezas quanto ao meu potencial e vou-me levar ao máximo. Quero fazer isto e vou fazê-lo bem. Mas só amanhã... Por hoje ainda muita coisa vagueia na minha cabeça a dizer que é muito cedo, muito exigente, que não vou ter a nota que quero mas uma mediana, e não estou preparada...
  2. Já decidi o que vou dar ao N. no dia dos namorados :) . Ocorreu-me aquando uma tarde bem passada na companhia da minha mãe. - as mães são sempre geniais no que toca a resolver sarilhos, não acham? x)


Já agora: tenho fomee - . -'e


Quanto às minhas costas... continua uma incógnita. Mas se vou realmente fazer este exame tenho de encontrar uma solução depressa. E para esta ainda preciso de ajuda... Boa? :p


Vou ali bailar um pouco com os meus pensamentos...,
Cisne.

Decisões: ajudem-me lá.



Sucinto:


  • Tenho de decidir, até esta próxima 5f se vou, ou não, a exame de Advanced Foundation. Para quem não sabe, é um exame pelo método Royal (o método de ensino utilizado pela Royal Academy of Dance e que se estende a vários países para além de Inglaterra). Este exame serve para passar de "nível". No ballet chamamos aos «níveis», graus. Assim, para passar de grau precisamos de, no final do ano ou no final de cada dois anos (ou no final de quantos quisermos até nos sentirmos preparadas - pelo menos na teórica) fazer um exame em que um(a) jurado(a) decidirá com base no nosso exame prático se passamos ou chumbamos.
    - Factos:
    • Só estou a treinar desde Setembro;
    • O meu professor pensa que se fôssemos, neste momento, a exame chumbávamos todas, mas que pensa não ser impossível passarmos em Maio (data do exame);
    • O exame custa 173€ (portanto se eu chumbar estão bem a ver o peso da responsabilidade que é deitar 173€ à rua...)
    • Mesmo que passe no exame nunca será com uma boa nota, mas sim rés-vés ao chumbo;
    • Se para o ano for para uma nova escola de dança (bem provável), é provável que tenha de repetir este grau outra vez sem fazer exame porque a prof. não nos vai conhecer bem para saber como nos portamos no exame.
  • Tenho de decidir também, o mais depressa possível, o que vou fazer com as minhas costas. Ando cheia de dores, as dores andam a travar-me no que toca a tudo quanto é exercícios de Upper Back e Port-de-brás e não posso deixar que continue assim. Fui experimentar a aula de pilates - detestei. Calmo calmíssimo, nada de desafiante, stressei só de lá estar. Sim, sim, sei que é excelente para a postura mas a sério, o que eu ganho em postura perco lá em sanidade mental! Portanto, encontrar uma solução! Rápido!
  • Decidir o que raio??!! vou oferecer ao meu namorado no dia dos namorados! - . -'

--> Por favor, preciso urgentemente de ajuda............

Cisne.

6 de fevereiro de 2011

Quem sou e quem não sou



Eu queria poder dizer tudo o que quero sem medo. Dizer mesmo logo sem barreiras, aproveitar-me do meu estatuto de adolescente. Dizer toda a parvoíce e respostas mal criadas que viessem à cabeça e desculpar-me com a minha idade. Mas não posso...ou não consigo. Não fui educada assim.

Mas gostava de me tornar na pessoa que diz tudo o que deve dizer e sabe sempre muito bem o que dizer sem sequer gaguejar. Gostava de, sem infantilidade ou rudez, dar todas as respostas que algumas pessoas merecem ouvir. E sofrer as consequências, claro está. Mas queria. Aliás, eu quero ser assim. Não quero deixar nada por dizer porque isso me tira sono, anos de vida, rouba-me dias e dias em que ando ainda a mastigar tudo o que não disse e a cada dia me lembro de uma nova que podia ter dito.

Queria ser a pessoa humilde que leva a vida com simplicidade, queria ser como o meu grande amigo L. e pensar na vida «nas calmas». Ai invés disso sou uma stressada e ando para aqui a pensar no futuro, cheia de pressão com notas, faculdades, decisões, obrigações, responsabilidades, direitos, desejos.

Sim, tudo isto é exaustivo. Ele vive a vida «nas calmas» e cá eu ando que nem barata tonta para quê? Ele está sempre tão bem... Enfrenta os problemas com serenidade, contenta-se apenas com o suficiente e tudo lhe chega, as coisas mais "pequenas" são as melhores para ele. Ele vê a vida como eu nunca a vou conseguir ver. Ela vê a vida simples. Para mim ela é tão complicada...


Eu queria ser despreocupada como ele. Queria que fossemos almoçar como às vezes temos oportunidade e que ele não me dissesse que sou uma stressada e «relaxa, L., relaxa», diz-me sempre ele. Mas por que é que eu sou assim? Será por querer mais da vida? Mais do que o suficiente? Se calhar, se calhar... Mas e não ter objectivos a longo prazo na vida é assim tão pior?

Às vezes gostava de estar na sua pele por um dia, para experimentar como é. Como seria a Cisne «destressada»? Será que vou mudar muito? Será que não me vou reconhecer como já não me reconheço de à apenas 3 anos atrás?

Gosto de pensar que tenho as rédeas da vida nas minhas mãos. Depois apercebo-me que se as tivesse seria uma confusão, portanto, estou melhor assim.

Oh, não sei bem o que esperar do que aí vem. Não sei qual é o meu caminho. Mas hoje também não foi boa ideia pensar nisso, já cá estou eu a deprimir... - . -'


Cisne.

Black Swan

Ok, lembram-se do que eu escrevi aqui? Mudei um pouco de opinião. Agora estou um pouco mais virada para a opinião da Dos Passos de bailarina em relação a este filme. Acrescento ainda que acho que Natalie Portman fez um excelente trabalho, quer a nível técnico, quer encarnando a sua personagem (note-se a dualidade desta personagem).

Era só para dizer mesmo isto que tenho trabalhos de psi b para fazer. - . -'


Cisne.

4 de fevereiro de 2011

Eu tenho muita sorte! - só que sou adolescente...



Não tenho sono.
Tira-me a alma o sono
Tira-me o coração
A vontade de dormir.

Fica o cansaço.
Quem fica como fico
Quem diz tudo o que tem para dizer
Junta tudo e fica dormente,
Depois fica doente.

Mas agora já noto só o desespero.
Desespero porque não consigo dormir,
Porque não consigo descansar,
Porque só dou importância a tudo o que a não tem.

Resumindo: sou adolescente (hormonas aos saltos) e sou mulher (hormonas a saltar mesmo muito numa fase do mês). Combinação explosivamente perigosa.

Agora, por favor, posso só descansar um pouco? Dormir descansada? Obrigada.

Ah, e ver a minha cara metade, cuja ausência também contribui fortemente para a minha neura (temporária?).

***



Às vezes tenho saudades do tempo em que era solteira e outra vezes sinto-me em baixo porque tive um dia mau ou então sinto-me ultra-feliz; e é nestes dois últimos casos que me apercebo no quanto não tinha nada para fazer quando pensei em como seria bom estar solteira. Isto porque de outras vezes estava, de facto, a viver a vida de "comprometida". - tive apoio quando estava em baixo, tive alguém que ficasse tão radiante quanto eu com uma boa notícia.

Quando me apercebo desta realidade pela enésima vez sinto-me só estúpida - . -' ---> Check!

Cisne.

pfff



Eu já decidi (a bem da minha sanidade mental) que:

  1. Vou ADORAR este fim-de-semana por mais HORRÍVEL que seja!
  2. Vou-me vestir como se fosse vestida para impressionar um rapaz em quem estou de olho (o que não é completamente mentira, o rapaz é é meu namorado :PP)
  3. Vou enervar-me o mínimo possível e, se me enervar, não vou descarregar na próxima pessoa que falar comigo - vou sorrir e dizer "depois penso nisto. Agora vou-me divertir!"
  4. Só por este fim-de-semana vou seguir o conselho de um grande amigo meu e vou «viver a vida», isto é, não me preocupar com nada, cito "tudo nas calmas...". :)
E assim, segundo ele, ficarei just fine.

Watch me!,
Cisne.

Este fim-de-semana



E enquanto a minha vida estes próximos dois dias não fica mais clara, vou fazendo um «reset de fim-de-semana», que bem preciso...

1 de fevereiro de 2011

Ó vida, não sejas mazinha...

Há sensivelmente 10 minutos, quando escrevi o último post antes deste estava super bem-disposta. Por tudo. Porque estou feliz, porque tive um dia bom, ou melor, porque não foi mau, porque sim!

De repente, e por acaso, encontrei uma coisa e pronto. Fiquei preta, negra, negra, negra. Azeda e amarga. Por que é que as pessoas são tão...más? Amanhã já me passou outra vez e já estarei novamente alegre e saltitante. Agora estou só...negra. Por que é que ainda e surpreendo? Há coisas que a ingenuidade da minha idade ainda não me deixam compreender.

Fiquei mesmo em baixo e...desiludida e...triste por ter estragado um óptima tarde. Óptima mesmo. Há acasos que se podiam adiar. Parece que  avida não me consegue ver feliz que «toma lá que já almoçaste!».

É para eu aprender a não vir ao PC antes de ter os trabalhos de matemática feitos. Ao menos já aprendi alguma coisa hoje. De resto...all the same. A comer que nem sei lá o quê, a engordar na mesma medida, a estupidificar naquela escola a cada dia que passa (e quão irónico é isto?).

Fui, antes que deprima alguém!,
Cisne.

Visitem!!



Já afixei os cartazes da minha Associação de Área de Projecto em tudo o que é parede livre da escola; estou super entusiasmada com tudo. O blog está quase quase pronto. Vou deixar aqui o endereço para que me dêem a vossa opinião. Por favor, não demora nada, é só para avaliar o aspecto e tal, se o texto está claro e essas coisinhas todas. Por favor, por favor? :))

Está aqui: http://www.encontrodora.blogspot.com

Entretanto, GRANDE novidade!

tchan


tchan


tchan


tchan.....



Tive 16 a Psicologia!!! O que significa que promessa nem vê-la. Oh God... Tenho de começar a elevar a fasquia... ou a rebolar!!! =O


Jinhos (tou cheia de trabalho),
Cisne.

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...