28 de fevereiro de 2013

Saudades do Verão

As coisas fúteis de hoje enquanto faço a pausa do costume do meu último trabalho:















Cisne.

Erasmus - check


Candidatura para Erasmus - check check check!!

Fica aqui admitido: se ficar colocada vou morrer de medo de ir, até porque tenho uma pessoa que já foi muito próxima de mim que teve uma péssima experiência. Mas se não ficar vou morrer de desgosto...

Façam figas!!!!

Cisne.

26 de fevereiro de 2013

Cat Eye


Estava aqui a pensar que nunca hei-de perceber se os homens gostam ou não afinal de mulheres (bem) maquilhadas... Ok, base e tal, desde que não reparem que está lá, a mulher está linda de morrer. Mas e eye liner? E blush? E sombra? E batom?

É que eu adoro ver-me com eye liner (porque tenho os olhos pequeninos e ele ajuda a parecer que são maiores) e às vezes gosto de fazer o puxadinho do costume (tipo cat eye), a passar da linha da pálpebra.

Alguém que me elucide sff, antes que comece a achar que a minha mãe, a minha tia, eu e a minha irmã somos de uma outra espécie esquisita com ideias estranhas de pintura, talvez índias ou assim...

Cisne.

25 de fevereiro de 2013

Da força de vontade


Ando há anos a debater-me sobre esta questão. Relembro a força de vontade de novo porque surgiu hoje o assunto com uma familiar muito próxima.

Tivemos uma discussão acesa sobre o que era ou não era, de quem a tinha e quem nem sabia o que isso era. Depois de andarmos quase à estalada e eu deixá-la tão nervosa com a minha teimosia, meti-me a pensar como é que eu lhe havia de explicar esta história de querer muito alguma coisa e não descansar até a ter...

Para mim, força de vontade é muito relativa. Eu luto pelo que quero mas nunca pelo objectivo em si no gosto em ter a coisa no final - só há apenas uma excepção a isto, que é a dança, a grande paixão da minha vida. Porque, para além desta, tudo o que faço é por pura teimosia.Vejamos alguns dos meus objectivos, os que já tive ou ainda tenho (retirados directamente da minha wishlist, ali no separadorzinho em cima):

  1. Tirar nota igual ou superior a 16 no exame nacional de matemática (ahaha) (Não aconteceu)
  2. Emagrecer
  3. Subir ao Cristo Rei,  subir o Elevador de Sta. Justa, fazer paraquedismo e fazer bungee jumping
  4. Fazer Erasmus
Ora aí estão eles.Vamos por partes:

  • Primeiro eu era PÉSSIMA a matemática mas teimei porque teimei que ia para a área de economia - ora isso é que faltava eu só ser boa a línguas! Nem pensar, se de línguas já percebo, vamos cá lixar a média na área de matemática que isso é que é preciso! - claro que passei rés vés no exame nacional mas acabei com 16 na disciplina (foi um milagre e estoirei a cabeça naquela m***@ durante 3 anos - não foi nada saudável, acreditem!!)
  • Não me sinto bem com o meu corpo: não sou gorda mas também não sou magra, tenho celulite e gordura a mais para o meu gosto. Para o meu trabalho, é essencial acabar com ambas e sou demasiado preguiçosa para fazer dieta - onde está a força de vontade?? Por alguma razão ainda não realizei esta, é que ainda não houve nenhuma alma que me dissesse que eu não conseguia; a minha família só faz é dizer que eu estou óptima assim e eu continuo a ir para as aulas de ballet num maillot apertado, a sentir-me sempre um hipopótamo bailarino -.-'
  • MORRO de MEDO de ALTURAS! E até ao final da vida hei-de me desafiar a subir a tudo quanto é: andaimes, montanhas russas, escadinhas, escadas e escadotes e por aí adiante. Não sei explicar o meu pavor quando subi no elevador de santa justa... A minha vontade era voar dali para fora ainda antes de me aproximar do gradeamento...Credo. Mas logo a seguir... «Ai é, ai ficas agoniada só de olhar para baixo?! Isso é que era bom! Vais e vais gostar muito...». E assim continuo, teimosamente, de monumento alto em monumento alto.
  • Eu já sei que vou odiar estar longe de casa, já sei que vou passar mais tempo sozinha e deprimida e armada em bicho do mato porque não conheço ninguém nem consigo conversar com ninguém; mesmo assim quero ir para à Áustria daqui a sensivelmente 7 meses, só mesmo naquela, nunca se sabe, até pode correr bem...

Alguém disse que eu era normal?? Ninguém!! Porque o que eu sou é teimosa! E se não o fosse não fazia metade das coisas que tenho como objectivo. Ou talvez os meus objectivos de vida fossem menos ambiciosos...

Eu não sei o que funciona para as outras pessoas mas para mim é mesmo isto: eu vou sempre lutar por qualquer coisa que eu sei que não sou ou que me dizem não ser capaz de ter. Não faz sentido, pois não? E acreditem que é uma canseira!! Mas realmente, quando consigo, (porque como qualquer pessoa também já tive a minha cota parte de frustrações) é um gostinho... melhor que chocolate (e para quem não sabe, eu sou viciada em chocolate).


Eu traço os meus objectivos consoante as minhas incapacidades porque sei que é para essas coisas que eu vou olhar quando tiver 70 anos e pensar no que fiz da minha vida. Porque sei que um dia vou olhar para trás e pensar se valeu a pena. E cada vez mais tenho a certeza que sim, cada vez mais estou segura que se não tivesse subido no elevador de Santa Justa, se não tivesse andado a bater com a cabeça em matemática até conseguir, não teria provado a mim mesma do que eu sou capaz. E isso para mim é muito importante - saber daquilo que sou capaz e provar-mo frequentemente, para nunca permitir que alguém me faça esquecer do meu valor.

Mas isto sou eu. O que funciona para vocês? Qual é a força de motivação? O que vos leva a fazer qualquer coisa? A satisfação em atingir um objectivo basta? O objectivo em si é mais que suficiente? Precisam da auto-estima? O que é afinal aquilo que nos move?

No caso da minha familiar, ela diz que nada a move, que não tem força de vontade. Para ela tenho uma resposta: eu sou péssima a matemática. Espera, sou?! Acabei com 16... Não tens força de vontade? Isso não existe. Tu tens, só não sabes onde. O ser humano é dotado de capacidades imensas, algumas são mais desenvolvidas que outras, mais nada, mas todos somos capazes de tudo.

Próximo objectivo: Encontrar a resposta a «O que nos move?». A mim é a teimosia - não é lá muito nobre, pois não? Mas resulta :)


Cisne.

22 de fevereiro de 2013

Neura neura neura!


A chuva deixa-me com a neura.
Notas injustas deixam-me com a neura.
Ter de criar no próximo semestre deixa-me com a neura.
Ter sono e não conseguir dormir deixa-me com a neura.
Trabalhar com o meu pai toda a santa féria deixa-me com a neura.
Ter de aturar as políticas dele em relação à poupança deixa-me com a neura.
Enganar-me no meu trabalho deixa-me com a neura.
Trabalhos de grupo deixam-me com a neura.
Respirar deixa-me com a neura
Ouvir deixa-me com a neura.
Rir deixa-me com a neura.

TMP? Naa... Just me now.

Já agora, quando é que vem o Verão????

Cisne.

And sorry seems to be the hardest word


As palavras têm um peso abismal na minha vida, tal como acredito que têm na vida de qualquer pessoa. São um instrumento tão poderoso... Capazes de abrir a maior ferida, assim como de a sara, segundo ouvi. Acho que não devia usá-las tão levianamente... Às vezes só me apercebo do impacto que têm na vida de outras pessoas depois de as ter usado.

Há uns dois meses atrás usei-as com simplicidade e puro desespero, desespero em ajudar de poder oferecer palavras de consolo. Não me apercebi que quando estava a ser ouvida estava MESMO a ser ouvida e, ao saber depois o impacto positivo que isso teve na vida de uma pessoa de quem gosto imenso, senti-me a mais felizarda do mundo.

Hoje... acho que não me deveria ser permitido falar em situações delicadas. Afinal, o que sei eu da vida? 19 anos não são nada, não tenho experiência nenhuma para falar sobre assuntos que me transcendem.

Bom, a ver se me lembro disto no futuro, antes de ser bruta que nem uma porta a falar (honestamente, apesar de tudo...).

Cisne.

18 de fevereiro de 2013

Admito


Não consigo meter aqui o vídeo da minha peça. Não sei porquê. Tenho imenso orgulho no meu trabalho mas... epah não consigo malta. Desculpem, ainda não foi desta : /

Cisne.

17 de fevereiro de 2013

Desafio

Já não fazia uma coisa destas há séculos e estava a precisar de aliviar stress, portanto cá vai um desafio sobre relacionamentos:

  • Como é a tua relação com o teu ex? Inexistente.
  • Acreditas em "tempos" num relacionamento? Eu acredito... A questão é que numa grande parte dos relacionamentos o «tempo» é o que entra quando a relação já dura algum tempo e um dos intervenientes não consegue acabar e o outro que não quer vem com esta solução maravilhosa. O tempo só funciona quando os dois precisam de pensar acerca do que querem e não para pensarem como é que vão acabar...
  • Acreditas em amor à primeira vista? Não, isso não existe. Existe atracção e há daquelas que nos viram o mundo ao contrário mas amor é outra história...
  • O que achas sobre "promessas vazias"? Que são demasiado comuns e que eu sou sortuda por nunca ter ouvido nenhuma.
  • O que achas sobre pessoas que namoram com amigos? Por experiência própria, acho que vai acabar por não resultar, já se sabe demasiado acerca do outro, tira todo o sentido ao «namorar»...
  • Achas que o amor pode durar para sempre? Honestamente acho que não mas sei eu lá, só tenho 19 anos.
  • Se pudesses voltar atrás no tempo e dar-te um conselho sobre relacionamentos, qual seria? Fica solteira.
  • Acreditas que relações a longa distância podem funcionar? Acho que podem funcionar sem dúvida, para mim é que não.
  • Queres-te casar um dia? Não, acho que não. Por enquanto não faz sentido.

Cisne.

15 de fevereiro de 2013

Ai que me dá um fanico!



Ai ai ai que me dá um fanico que a apresentação da minha peça é já amanhã e vem muuuito mais gente conhecida do que eu esperava...

Bom, não «apaniquemos», tudo correrá bem, tenho mesmo é que ir fazer a mala para não me esquecer de nada e DORMIR. Esperemos que as recomendáveis oito horas, ao contrário das curtas 5h que têm reinado...

Enfim, desejem-me muita m***@!!

Cisne.

13 de fevereiro de 2013

18º e sol!

Era tão bom poder sair mais cedo que oito da noite da faculdade para poder aproveitar o sol maravilhoso que vai estar amanhã...


Oh well... Dream on. Mas também estou quase a acabar o 1º semestre, porque é que estou para aqui com pieguices??

Espera!!! Acabei de me lembrar que amanhã é dia dos namorados! Subitamente, estar fechada na faculdade das 9h às 20h já não parece assim tao mau... :)

E vocês vão sobreviver a este dia? (brincadeirinha...)


Cisne.

Lisboa e música

Lisboa tem tanto encanto... Estou apaixonada por esta cidade, por esta energia, por esta vida... Não me canso de dizer.

E a música de hoje é...


12 de fevereiro de 2013

Habemos música! Aleluia!

 Finalmente tudo parece estar mais encaminhado. Já tenho música e figurino decidos para a minha peça. É LIIIINDO! Estou ansiosa pela estreia e vou ter pena de só dançar esta peça uma vez, tenho a certeza.

Quando estrear meto aqui o vídeo - mas só se não tiver sido um desatre!! Tenho pensado nisso e acho que se este blog é um relato da minha vida e uma grande parte da minha vida é dança, está mais que na hora de a apresentar ao mundo... O que vos parece? :)

Cisne.

P.S.- E já que habemos música, fica aqui o meu mais recente vício:

 

9 de fevereiro de 2013

Ou é no palco ou é em lugar nenhum


Acho que uma grande parte de o que nos define está na maneira como encaramos a adversidade. Assim, fico contente por ver força e fraqueza mas acima de tudo a coragem em admitir ambas quando há uma semana escrevi:

"(...)Agora é hora de deixar a cabeça trabalhar e o coração descansar. E se o coração tiver mesmo que reagir, que seja no palco, para que tudo o que eu amo fique agarrado a uma personagem de uma história que eu criei em vez de escarrapachado na minha voz esganiçada quando as lágrimas que já não caiem dos olhos ficam presas na garganta.

Por agora, ou é no palco ou é em lugar nenhum."
 
Precisava de me relembrar disto, desculpem a repetição...
 
 
 Cisne.

Carnaval

Ontem dancei até não poder mais! Melhor Carnaval de sempre :)


Cisne.

6 de fevereiro de 2013

Adoro Spoilers...


Os ensaios de apresentação da minha peça foram assim...




... Correu tão mal, não têm noção -.-'

Cisne.

Upside Down

  • O figurino era um vestido de certeza a absoluta - não, não, é calças simples e top manga cava que é o que faz sentido!
  • A música é essa de certeza! não podia ser mais perfeita - aaai não, come o trabalho, não pode ser...
  • ...Agora é que encontrámos música, agora é que é! - Aaaai não, o prof não gosta...(to be continued)
  • Não, eu odeio o Carnaval, que é lá isso, não caio nessa outra vez! - Não sei como, acabei a andar a convencer meia faculdade a vir a uma festa de Carnaval, na qual eu não faço ideia como é que me meti...
  • Sair da Baixa-Chiado depois de apresntação de trabalho e ensaio antes de última apresnetação para Criação e ir a correr para reunião em Odivelas! - Claaaro que não! Tens ensaio até muito mais tarde do que esperavas e esquece lá Odivelas, é Saldanha e só te aviso às 22h da noite da véspera. Já agora, vai lá jantar com a amiga do ballet que já não vês à uma catrefada de tempo porque nunca tens tempo!
  • O trabalho de história claro que é só para entregar dia 18! - Trabalho de história?? Claro que era para entregar até ao último dia de aulas! E não te esqueças dos outros até dia 21 que só podes começar a fazer depois do último dia de aulas...
  • Eu até ando a estranhar, já há imenso tempo que não fico doente ou me lesiono... Não há-de ser bom presságio antes de um espectáculo, já devia ter estado doente para agora poder estar descansada... - claro que foi só falar e fiqui doente...
  • E isto já é uma certeza há mais de um mês: vou estar em tpm antes da apresentação da peça (não se nota nada, pois não??!) e por conseguinte, a apresentação também vai ser na melhor altura... opah... só a mim...

E as férias?? Quando é que vêm as férias?? E a apresentação da peça?? Não pode ser ontem?? É que já me falta o ar de tanto stress...

 Cisne.

4 de fevereiro de 2013

187254º tentativa


Ano após ano lá me obrigo mais uma vez a fazer um esforço para gostar do Carnval. Assim que me lembre, o único Carnaval de que gostei desde que fiz 10 anos foi um em que fui para um hotel e fiquei num quarto sozinha com a minha irmã e comer chocolates e a ver filmes a noite toda. Portanto: nada a ver com o carnaval, não é? Pois...

Mas bom, por qualquer razão que não compreendo cá estou eu na continuação da saga e dia 8 lá vou eu para Benfica festejar o entrudo, mascarada à anos 80. Aceitam-se sugestões de fatiotas! Aliás, não se aceitam, imploram-se!! Porque não só tenho pouco tempo para procurar, como poucos recursos, if you know what I mean.

Cisne.

Locking feelings and Throwing the key away


Mais uma semana que eu desconheço por completo o que me vai trazer. E no entanto...tenho um feeling de que não será nada de bom porque não vais estar nela.

São só mais duas... Só mais duas semanas e depois enterro-me na minha cama a dramatizar como se o mundo fosse acabar amanhã. Mas por agora não posso. Agora é hora de deixar a cabeça trabalhar e o coração descansar. E se o coração tiver mesmo que reagir, que seja no palco, para que tudo o que eu amo fique agarrado a uma personagem de uma história que eu criei em vez de escarrapachado na minha voz esganiçada quando as lágrimas que já não caiem dos olhos ficam presas na garganta.

Por agora, ou é no palco ou é em lugar nenhum.


Cisne.

1 de fevereiro de 2013

Spoilers



Eu estou a gostar tanto mas tanto da peça em dueto que estou a criar em co-criação com um colega e amigo de faculdade, que agora o meu medo é que ninguém goste... God... Bailarina/Coreógrafa SOFRE! :)


Cisne.

Abandono

Este blog foi ao abandono...E não admira. Está tal e qual como eu: abandonado. Desde que uma colega minha entrou de baixa e o meu t...